22 de novembro de 2011

GPEP discute com o Ação Turilândia os valores da Lei Orçamentária Anual 2012


O Jornal Ação Turilândia esteve juntamente ao GPEP-Grupo Popular pela Ética na Política, discutindo os valores da Lei Orçamentária exercício 2012 de Turilândia.
Segundo o GPEP, desde a emancipação de Turilândia, nunca houve a apresentação da Proposta de Lei Orçamentária de forma aberta para a participação efetiva da comunidade nas discussões sobre os valores destinados a cada ação.
A principal questão seria o valor destinado à Sec. De Agricultura, Meio-ambiente e Rec Hídricos -  R$ 387.971,40, uma vez que grande parte de Turilândia ainda sobrevive de pesca e agricultura, se formos contabilizar, mensalmente seria possível a utilização de R$ 32.330,95, enquanto  o valor destinado Sec. De Cultura, Esportes e Turismo -  R$ 1.338.301,00, seria um valor inexplicável, considerando que em Turilândia, não existem projetos de esporte, muito menos turismo e muito pouco cultura.
A consulta popular representa a democratização das relações do Município com a Sociedade, pois a elaboração participativa da população, elege as principais prioridades para o desenvolvimento municipal e todo o diálogo e anexo apresentado nesse evento serviria  como apoio para análise e a aprovação ou não da ação proposta.
É imprescindível a colaboração da sociedade,  para que o Município caminhe rumo ao progresso.  É a população que saberá apontar a necessidade coletiva do Município, mas a impressão que fica é que a atual administração (Legislativo e Executivo), evitam o diálogo direto sobre dinheiro público com a sociedade, pois quando houve o convite do GPEP convidando o legislativo para uma reunião sobre este assunto, somente compareceu o verador Luís Gonzaga.
 Para o GPEP, ainda é necessário que os parlamentares entendam que dinheiro público é público, e por isso nos compete como cidadãos   apoiar ou dar sugestões sobre a aplicação  desses valores no uso coletivo.  

  

Mais Recente
Próxima Notícia
Leia Também

5 comentários:

  1. Interessante quando se aproxima período eleitoral aqui em Turilandia. De repente alguma pessoas passam a se preocupar com assuntos que durante muito tempo existiram e ninguém quis tomar conhecimento. Pessoas que de repente passaram a fazer atendimento médico e outros babados. Como é atrativo o dinheiro público. Pelo que se sabe a Prefeitura realizou tres audiencias publicas no decorrer do ano de 2011 e os que compareceram foram apenas funcionários da Prefeitura. Orçamento Municipal não é isto que alguns pensam. Seria bom se tivessemos eleições todos os anos porque o interesse de alguns seria bem maior. A Câmara Municipal está ai pra isto, mas não cumpre o seu papel.

    ResponderExcluir
  2. QUEM ESTABELECE ONDE O DINHEIRO DA PREFEITURA VAI SER GASTO E QUEM VAI SER PAGO É O PREFEITO - NÃO ADIANTA ESTES COMENTÁRIOS POIS O CURIÓ SÓ FAZ O QUE QUER. ELE NÃ RESPEITA LEI, QUANTO MAIS ORÇAMENTO.

    ResponderExcluir
  3. O pessoal viu o galo cantar e não sabem onde foi.

    ResponderExcluir
  4. O salário de Vereador me mais os presentes que o Prefeito dar, tem feito muita gente de repente querer ser Vereador.

    ResponderExcluir
  5. Porque voces não falam do montante de recursos da Educação, que é a prioridade do Municipio. Povo sem educação dá nisso ai que vemos em Turilandia. Carrada de analfabetos falando daquilo que não conhecem. Vão se lascar.

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião.
Atenção: Comentários com palavras ofensivas ou críticas fora de propósito, ligados ou não ao tema,serão deletados. Ataques pessoais ou a marcas, difamações, racismo ou obscenidades não são permitidos.