21 de março de 2012

Maranhão tem 79,4% dos municípios com gestão fiscal difícil ou crítica

Um total de 194 municípios maranhenses apresenta gestão fiscal ruim, de acordo com avaliação feita nos 217 municípios do Maranhão. A conclusão é de uma pesquisa elaborada pelo Sistema FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro), que diz que 79,4% dos municípios foram avaliados com os conceitos difícil ou crítico no que diz respeito à gestão fiscal.

A pesquisa também revelou que apenas três municípios ficaram entre os 500 melhores do país, enquanto que 17 constam no ranking dos 500 piores.

O indicador considera cinco quesitos: Receita Própria, referente à capacidade de arrecadação de cada município; Gasto com Pessoal, que representa quanto os municípios gastam com pagamento de pessoal, medindo o grau de rigidez do orçamento; Liquidez, responsável por verificar a relação entre o total de restos a pagar acumulados no ano e os ativos financeiros disponíveis para cobri-los no exercício seguinte; Investimentos, que acompanha o total de investimentos em relação à receita líquida, e, Custo da Dívida, que avalia o comprometimento do orçamento com o pagamento de juros e amortizações de empréstimos contraídos em exercícios anteriores.

A capital São Luís ficou na 22ª posição entre as capitais brasileiras, na 89ª do ranking estadual e no 3.281º lugar nacional. Essas posições são explicadas pelos conceitos D (crítico) no quesito Pessoal e, sobretudo, pela deficiente administração dos restos a pagar. Por tudo isso São Luís exemplifica o fato de que gerar recursos tributários não é garantia de excelência na gestão fiscal.

Nenhum dos municípios do estado apresentou excelência na gestão fiscal (conceito A).

Os cinco melhores municípios em gestão fiscal foram: Bacabeira, Magalhães de Almeida, São José de Ribamar, Graça Aranha e Santa Filomena do Maranhão.

Na outra ponta do ranking, entre os cinco piores resultados maranhenses estão São Francisco do Brejão; Presidente Juscelino; Feira Nova do Maranhão; Parnarama e Coroatá.

Mais Recente
Próxima Notícia
Leia Também

3 comentários:

  1. E onde ficou Turilândia. è Brincadeira que este governo está com suas contas em dias. É se tá quanta nota fria. Um governante que não fez obras na cidade. Não construiu escolas, hospital ou alguma outra obra só pode estar aplicando a famosa ESFRIADINHA. Uma notinha aqui, outra alí e se vai. E as contas são prestadas. Todas falsas. Encchendo o bolso dele e de seus compassas.
    MAS TA CHEGANDO A HORA DO TROCO AQUI E EM GOVERNADOR NUNES FREIRE.

    ResponderExcluir
  2. turilandia tem todas as contas aprovadas pelos vereadores ribinha sampaio, katia, raimundinho, joão silva, baco, edvaldo e zé do outeiro, toda prestação de conta é a mesma coisa ja sabe o resultado antes da votação. se duvidar curió recebe o premio de melhor gestão do país (falso), como alguns por aí andam recebendo

    ResponderExcluir
  3. olá amigos... Turilandia não está com as contas em dia... Turilandia não aparece neste post... mais no link abaixo vocês teram o texto completo direto no site do FIRJAN... Na verdade segundo a FIRJAN, Turilandia não aparece na base de dados, porque apresentou dados inconsistentes... ou seja ... infundado, incoerente, contraditório, desconexo, discrepante, disparatado, ilógico... Muito cara de pau esse Prefeitinho hemm...
    http://www.firjan.org.br/data/pages/2C908CEC360FD0D401362B55D52A362A.htm


    POREM A CIDADE QUE MORO... LUCAS DO RIO VERDE - MT ... FICOU EM 1° LUGAR NO ESTADO E 25° NIVEL BRASIL.... ASSIM SE FAZ GESTÃO RESPONSAVEL

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião.
Atenção: Comentários com palavras ofensivas ou críticas fora de propósito, ligados ou não ao tema,serão deletados. Ataques pessoais ou a marcas, difamações, racismo ou obscenidades não são permitidos.