29 de abril de 2012

A LUZ, A ESCURIDÃO E O MUNDO DA CAVERNA: REFLEXÕES CRÍTICAS SOBRE A INSTALAÇÃO DO PARTIDO TRABALHISTA CRISTÃO EM TURILÂNDIA

Graduando em Filosofia pela UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO (UFMA); iniciou sua formação filosófica pelo STUDIUM FILOSOFICUM SÃO BASÍLIO DE CURITIBA e deu continuidade pela PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO PARANÁ (PUCPR). Dedica-se exclusivamente a estudos na área de FILOSOFIA POLÍTICA, com ênfase na teoria contratualista onde analisa a origem do Estado e os princípios do direito político a partir da passagem do Estado de Natureza para o Estado de Sociedade, com ênfase em Thomas Hobbes; é bolsista da CAPES com atuação no PIBID [Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência]; é membro do grupo de ESTUDOS EM ÉTICA E FILOSOFIA POLÍTICA da UFMA sob a coordenação do prof. Dr. Aldir Araujo Carvalho Filho; É membro do NEPS [Núcleo de Estudos e Pesquisa do Sindicalismo] que se concentra nos estudos sobre KARL MARX, sob a coordenação do prof. Dr. Baltazar Macaiba / UFPB; É membro do grupo de estudo em Filosofia Francesa da UFMA. Outras áreas de interesse são: Filosofia das ciências, Moderniade, sociologia, Física Quântica e Astronomia.




Pretendo nestas considerações suscitar algumas polêmicas a despeito da instalação do PTC em Turilândia quando da inauguração do seu diretório municipal. Levantarei algumas polêmicas sobre a Turilândia atual. Mostrarei, a propósito da distinção entre política e politicagem, que os discursos políticos de há muito, especificamente em Turilândia, não passam muitas vezes de palavras vazias totalmente destituídas de sentido e carga moral, ou seja, são discursos politiqueiros e imorais inclinados a persuasão. Levantarei a hipótese de que esses discursos [que muito já se ouviu, e muito se ouvirá agora em 2012], em sua essência, versam mais sobre politicagem que política propriamente dita. O meu ponto de partida consistirá no estabelecimento de uma analogia entre a chegada do PTC em Turilândia e o “Mito da Caverna” narrado pelo filósofo grego Platão há quase dois mil anos em sua obra “A República”. Quero ressaltar que é preciso acreditar na política e no fato de que nem todos são corruptos, embora seja muito pouco os que não o são.

No que diz respeito ao conhecimento, os homens se dividiram em dois grupos: primeiro, aqueles que se dão conta de conhecer dada a sua máxima dificuldade e, segundo, aqueles que acham que são mais do que de fato são. Num ano eleitoral, é comum nos depararmos com uma série de indivíduos sedentos de poder e riqueza que se julgam aptos a ser grandes governantes e representantes fiéis dado que se percebem para – determinadas funções políticas – mais sábios e melhores que os outros. O que esses indivíduos não se dão conta é que muitas vezes tanto eles, quantos seus adversários, bem como o restante do povo, estão imersos na escuridão de uma caverna que lhes impede de ver a verdadeira realidade.
Poderíamos aqui assumir que se o poder constitui uma luz, na escuridão estariam todos aqueles que a eles estivessem submetidos. Muitas vezes, vemos os governantes fazer das cidades uma espécie de caverna escura, assim como as ruas de Turilândia sem luz nos postes à noite, o que favorece o banditismo e arte de enganar.
Há um livro [que quero aqui recomendar aos meus leitores] intitulado “A República”, escrito por Platão, que foi um filósofo da Grécia antiga, discípulo de Sócrates e mestre de Aristóteles. No capítulo sete desse livro, Platão fala de um mundo chamado “mundo da caverna”. Nesse capítulo o filósofo diz que em uma caverna nasceram e viveram homens, que nunca tiveram alguma espécie de contato com o mundo fora da caverna. Eles viviam acorrentados e de frente para uma parede. Em cima da caverna havia uma brecha, por onde escapava um pequeno clarão de luz para dentro da mesma. Na medida em que as pessoas – que viviam fora – passavam pela frente dessa brecha, suas sombras eram projetadas para o interior da caverna fixando ou movendo-se na parede conforme elas se movimentavam. Como nunca tinham tido contato com o verdadeiro mundo, os moradores da caverna pensavam que as sombras fossem a verdadeira realidade. E, por isso, viviam iludidos acreditando na aparência em detrimento do real. Por acaso, um dia um deles conseguiu sair da caverna e entrar no mundo real, o mundo das coisas tais como são, o mundo das pessoas e não das sombras. Em princípio, esse morador da caverna não conseguiu ver nada do mundo real nitidamente, pois a luz do sol ofuscava sua vista, acostumada com a escuridão. Mas, gradativamente ele foi se adaptando à luz. Depois de certo tempo, esse indivíduo retornou à caverna para mostrar aos seus amigos que aquilo que eles tomavam como realidade (as sombras) era só uma aparência, ou ilusão, e que o verdadeiro mundo era aquele que estava fora da caverna. Mas os seus amigos não acreditaram nas suas palavras; achavam que ele estava mentido e, por isso, o mataram.
Essa narrativa é importante não somente pelo fato de ser um clássico da literatura filosófica, mas, sobretudo porque nos ajuda a entender o mundo em que vivemos. Com isso, Platão quis descrever a nossa situação: a de sermos enganados quase o tempo todo. Nesse sentido, quem dirá que o Maranhão não passa de uma grande caverna onde somos, muitas vezes, impedidos de ver o real? E Turilândia – que é jovem politicamente – não seria também uma dessas trevas que ofusca a vista de seus cidadãos? Então como, ou o que, fazer para romper essas trevas e instaurar a luz? Como fazer para que o povo pobre, humilde e sofredor de Turilândia, do Maranhão e mesmo do Brasil rompa com esse sistema miserável, sanguessuga, mesquinho e idiota que deflagra, corrói e degrada a dignidade e fisionomia de um povo sofrido? Sem desconsiderar a profundidade e extensão do problema, creio que é na resposta – e, sobretudo, na prática dessas teorias que encontramos como solução – a essa problemática que está a luz, o ponto de partida para uma grande mudança.
Recentemente se instalou em Turilândia [nossa cidade] o PTC [Partido Trabalhista Cristão] que surge guiado pela proposta não de ser melhor que os outros, mas de ser e fazer diferente. Pois, é muitas vezes no fazer diferente que está a chave para se fazer alguma coisa. Esperamos que esse partido não seja apenas mais um, mas que assuma um compromisso e honre o povo e sua dignidade com o cumprimento desse compromisso; que lute por dias melhores em Turilândia, dias em que a saúde e, sobretudo, a educação seja melhor que está hoje; que esse partido não se venda e nem busque comprar ninguém, mas que seja – antes de tudo – esforçado na luta pela construção de tudo aquilo que ainda não fora construído.
Estou crente de que será isso, e outras coisas mais, que fará o turilandensse dá crédito e apoio a essa nova opção política dentro do município. Que nessa nova alternativa o povo seja respeitado como merece ser, em todos os sentidos e que o seus direito sejam promovidos e efetivados. Do contrário, que o povo se revolte, exclua e rejeite o PTC se ele não tiver compromisso, não fazer diferente e se tornar, portanto, mais um devorando o abutre em decomposição. Não queremos mais ser vítimas de falsas promessas, de ignorantes políticos e suas bestiais politicagens que estão ai. Queremos uma sociedade justa, com mais saúde, mais emprego, mais educação e mais qualidade de vida.
Estou convicto de que o PTC em Turilândia não decepcionará. Mas se isso vier a ocorrer estarei pronto para me unir aos meus concidadãos para repudiá-lo em nossa cidade em nome da justiça social e da democracia. Penso que o seu jovem presidente municipal Julio Neto – alguém que traz na bagagem a experiência das CEBs (Comunidades Eclesiais de Bases) e de liderança em grupo de jovem – tem, juntamente com todo o grupo, muito a fazer. E que faça, pois é chegada a hora.
Que os meus leitores me critiquem e discordem de mim, mas que apresentem também soluções e reflexões para as preocupações que – como turilandense – me tiram a paz. O que não podemos é permanecer presos a esses grilhões que tentam nos impedir de avançar. Como diz Rousseau, “o homem nasceu livre e não obstante está preso à toda a parte; julga-se senhor dos demais seres mais nunca deixa de ser escravo como um deles”.
Se hoje somos vítimas da miséria e da pobreza de Turilândia, do Maranhão, do Brasil e do Mundo não é porque nós nascemos assim, mas sim porque nos fizeram assim. Mas, se quisermos, podemos nos libertar. Devemos ser ousados para avançar um pouco mais, e assim, desafiar o medo, a caverna e a ignorância.
E não se esqueçam de visitar meu blogger na internet. O endereço é: philosofiaeciencia.blogspot.com
 
Mais Recente
Próxima Notícia
Leia Também

16 comentários:

  1. mais um cara que não mora em turilandia querendo dar pitaco na terra que abandonou, o engraçado é que quando devia faze alguma coisa vivia babando quem não presta e agora quer se dizer inteligente só porque fez filosofia. filosofia é o que mesmo? eu apoio meu prefeito e ganho muito por isso sem nem usar frases filosoficas
    o ptc vem ser só mais um meio de protesto furado e infundado que nao vai da em nada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Falando assim, até parece que me conheces. Quem es? pensas que sou cachorro com a colera no pescoço e a corda na mão do dono tal como se me apresentas, tu, ao sustentar que apóia seu prefeito e ganha muito por isso? Ora, anônimo, não sejas inescrupuloso para contigo mesmo. Sai da caverna e venha para luz. Não sejas para ti mesmo a causa de tua ignorância. que tal nos unirmos para construir uma cidade melhor? eu acho uma boa ideia, e você? que pensas?

      Excluir
  2. ja prestaram atenção quem ta na frente do ptc? quem conhece esses nomes? edvaldo holanda ja viram noticias boas sobre ele? eu nao vi nenhuma

    ResponderExcluir
  3. É interessante como aparecem pessoas das mais diversas formas possiveis em época de eleição. Todos só desejam uma coisa - colocar a mão na bufunfa, comer na moleza, não fazer nada. Durma-se com um barulho destes. Não sei o que vai aparecer mais por aqui.

    ResponderExcluir
  4. ... Anônimo, você deve ganhar mesmo... muito bem...
    ... Quando alguém sai de sua cidade, do meio de seus amigos, colegas, familiares atrás de Dias melhores, como formação, emprego... isso é motivado pelo abandono da cidade quanto a essas questões..
    ... Se eu tivesse emprego e educação em minha cidade, jamais sairia, de junto de minha família...
    ... Teu prefeito não fez nada, em absolutamente NADA, em relação à criação de empregos...
    * Não houve nenhum projeto para incentivar o comercio local... ( 70% dos salários de Turilândia são gasto em SANTA HELENA.) faltou politicas de incentivo do comercio local...
    * Não trouxe nenhuma empresa para Turilândia. Não estimulou empresas de médio porte se instalar em Turilândia... e Turilândia tem potencial
    * Não teve uma politica sequer para explorar o potencial do BABAÇÚ... Com investimento em uma pequena INDÚSTRIA DE PRODUTOS DE LIMPEZA.
    * Não teve politicas para a Agricultura Familiar... Em cidades que fazem por exemplo onde MORO, (Lucas do Rio Verde - MT), toda a produção da Agricultura familiar, é comprada pela prefeitura para merenda escolar.
    * Poderia ter incentivado a criação de Peixes, abrindo açudes e doando peixes para comunidades carentes, povoados.
    * Poderia ter incentivado a Agropecuária, com a criação de Gado leiteiro e da mesma forma fazer parceria para compra do leite para merenda escolar...
    Houve bastante desenvolvimento em estrutura, isso não posso negar..
    • Ruas asfaltadas
    • Agua encanada
    • Cais
    • Praças, inclusive a Carlos Alberto Siqueira Amorim... (Mais o Assassino estava Lado a Lado com o Prefeito)
    • Bacabeira asfaltada agua encanada...
    • Entre outras.

    Mais há também as obras inacabadas que até hoje não compreendo o por que..
    • Hospital
    • Escola
    A corrupção dominou sua gestão...
    A mais comentada foi na Educação, quando tinha como secretario o Rogerio Marques o qual em parceria com o prefeito foram alvos do ministério publico.

    ... Então Turilandia precisa de renovação politica...

    Prefeito e vereadores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Profº. Jairo Ferraz1 de maio de 2012 10:34

      Olá, saudações, tanto VOCÊ Joabh, quanto o anônimo que fez o primeiro comentário estão errados: 1º. O anônimo diz que é mais um que SÓ agora aparece aqui em Turilândia pra querer dá um de Jesus Cristo “salvador da Pátria”. Esse, que postou o belíssimo artigo filosófico e politico, é mais um, se é filho da terra, ele tem o direito de regressar a sua terra natal. Mais que fosse antes não agora para se aproveitar do momento politico, “Não existe fruto, se não for plantado primeiro a fruteira”. 2º. Você Joabh, quando diz que aqui (em nossa região) não houve Educação suficiente para você ter uma formação ou conhecimento mais elevado, você chama todas as pessoas que se formaram, tem educação superior, estão gozando do seu elevado nível educacional, estão sobrevivendo “dignamente” para nossa realidade, estão sustentando sua família e mantendo a nossa economia bem ou mal, mais está ai gerando dezenas de oportunidade para nossos jovens; excelentes professores que hoje possuem graduação, pós-graduação e futuramente mestrado; em fim, nós que estamos AQUI na nossa região (Turilândia, Santa Helena, Pinheiro), estamos VIVOS e “em parte” realizados, não saímos daqui para buscar essa Educação ELEVADA como você foi atrás. Então cuidado quando você tese seus comentários. Turilândia e Santa Helena tem Jeito, um dia vamos ter a cidade dos nossos sonhos, construída com moradores daqui ou alguém que vier de outra localidade mais que se implantar de fato na nossa região, não só de passagem, como hoje tá tendo aqui. Queremos mais, queremos dias melhores com certeza.

      Excluir
    2. ...caro professozinho, Jairo Ferraz...
      ... o que vc aprendeu com suas formações em nivel superior, aqui, os adolescente apredem no ensino médio...
      ... vc falou da "Educação".. e os empregos...
      ... como uma pessoa sem emprego pode pagar uma faculdade em pinheiro, ou até mesmo a passagem para ir em pinheiro fazer na publica..??

      ... niguém ganhando um salario minino tem essa condição...

      ... quando falo de educação, falo desde cresche, berçario até a total formação...
      ... em Turilandia 80% dos profissionais da educação, não dominam a disciplina que ensinam... isso eu posso garantir... eu estudei com varios apenas 2 profs de todos que estudei dominavam o que ensinavam...(Ednólia e Leví aniba)... o resto é resto mesmo...

      ... Educação é uma porcaria, pricipalmente quando o Rogerio Foi secretario... levou uns professores que não dariam aula nem no AITÍ...

      Excluir
    3. Profº. Jairo Ferraz2 de maio de 2012 22:56

      Caro irmão Joabh Mendes; boa noite.
      Bom, para de inicio, se eu; morador, nascido, mi criado e estudado, da creche até o ensino superior (Pós Graduado) nessa região (Santa Helena, Turilândia e Pinheiro). “Explico”: Nasci e estudei o ensino fundamental e Ensino Médio em SANTA HELENA. Morei (5 anos) e cursei o Ensino Superior – UDESC. (4 anos) em TURILÂNDIA. Fiz uma especialização em Gestão, Coordenação e Supervisão pedagógica e estou cursando outra especialização em Geografia e História em PINHEIRO. Se não tivesse passado por todo esse processo Educacional, por aqui mesmo na nossa amada e querida região (Santa Helena, Turilândia e Pinheiro), iria me rebaixar ao seu nível (baixo) que se diz ser mais elevado do que o meu e muitas outras pessoas daqui, por ter saído da nossa região e ido buscar “Educação” (conhecimento), em outra região desconhecida. Eu mi rebaixaria SIM, e descia o cassete em forma de palavras em você.
      Mais irei de forma cautelosa e educada, responde a sua CRÍTICA destrutiva e grosseira à minha pessoa e a vários outros profissionais que nunca se covardarão em sair, para tão distante da sua família, amigos e conhecidos para buscarem o seu digno sustento.
      Em primeiro lugar esse professorzinho, que você sita no seu comentário esta no meio de sua família, amigos e conhecidos feliz. Não 100% realizado, pois, é impossível hoje no mundo em que vivemos termos tudo que almejamos.
      Esse professorzinho, não é detentor de todo conhecimento, porque também é impossível existir aqui no nosso meio um superdotado. Mais estou feliz e sobrevivo com dignidade.
      Esse professorzinho agradece muito a Deus pelos maravilhosos professores (daqui mesmo) que tive no meu processo educacional (ensino fundamenta e médio) principalmente.
      Esse professorzinho ajuda sempre no que está no seu alcance as pessoas da sua região (Santa Helena e Turilândia).
      Esse professorzinho, hoje, graças ao seu nível superior, coordena um polo da UEMA (Universidade do Estado do Maranhão), onde a sua querida irmã está cursando (Letras), e vários outros turilandense, turiense e helenense (160 alunos), estão também cursando, sem ter que sair do seio de suas famílias.
      Em segundo lugar, não vem comparar a nossa região com essa tua região(Lucas do Rio Verde- MT). Onde ambas têm sua diferenças e peculiaridades, onde o nível e consumo de vida é diferente. Acredito que o mais importante de tudo é a felicidade digna. O DINHEIRO NÃO COMPRA TUDO, muito menos a felicidade de está no seio de seus familiares e amigos.
      Em terceiro lugar, te aconselho que fique por ai mesmo (no seu maravilhoso paraíso e deixe as pessoas (principalmente os Políticos que vivem AQUI), daqui serem felizes com a nossa realidade, muito progresso, trás desgraças. E também você se algum dia voltar, acredito que irá ter problemas com a maioria dos profissionais (lerem seu depoimento) que se formaram e estão ganhando seu digno sustento por aqui mesmo, quando você chama a educação e os profissionais da região de PORCARIA, acredito também que só a Ednolia e o Levi não vão dar conta de salvar sua pele.
      Então meu querido irmão seja MUITO FELIZ, ai com a sua ELEVADA EDUCAÇÃO e deixe o nosso povo simples e humilde ser feliz também aqui.

      Excluir
    4. JAIRINHO FERRASZINHO, PROFESSOZINHO.... FALOU TAMTA PORCARIA, E NÃO RESPONDEU.. MINHA PERGUNTINHA?
      E OS EMPREGOS ????

      Excluir
    5. ... EU FALEI QUE A EDUCAÇÃO É UMA PORCARIA, OS PROFISSINAIS VOCÊ QUE ESTÁ FALANDO... AGORA REAFIRMO, 80% ESTÃO DESPREPARADOS... ASSIM COMO VC...

      Excluir
    6. Profº. Jairo Ferraz3 de maio de 2012 10:32

      Caro Joahb, bom dia pra você.
      Irei fazer uma campanha de divulgação aqui na nossa região amada, para que as pessoas leem seus comentários e que cada um dos profissionais que aqui vivem tirem suas próprias conclusões sobre os seus comentários, não vou ti acusar de nada cada um tem liberdade de interpretar como deve.
      E respondendo sobre os empregos, eles estão ai. Surgindo a cada momento, as pessoas devem deixar de serem acomodadas e se capacitarem para tal oportunidade. Exemplo: eu, sua irmã e outros que estão se capacitando, buscando sempre mais. Não estou dizendo que aqui na nossa querida e amada região tem empregos para todos os habitantes do lugar. A principio ai tem emprego para todos? Desconheço um lugar do mundo onde todos tem emprego.
      E quando você chama a Educação da região uma porcaria, você também esta chamando todos os profissionais de porcaria. Explico se por um a coso tiver dificuldades de entender: vamos começar pela simples oportunidade de emprego: um operador de caixa de um supermercado daqui, onde já existem vários para o seu conhecimento. Esse operador para está lá em passou por aonde antes? Não foi pela Educação que você chama de Porcaria? Não foi pelas mãos de professores profissionais? Não foi pela sala de aula de uma escola? Não foi pelo um instrutor de informática que por sua vez também passou pelo mesmo processo?
      Bom vou te dar mais um exemplo: os professores que hoje estão em sala de aula lecionando para as nossas crianças, adolescentes, jovens e porque não adultos também, esse bravos profissionais não passaram pelas mãos da Educação que você chama de porcaria? A sua querida irmã que leciona no povoado de Santa Helena, na qual teve o grande mérito de ser aprovada com êxito no último concurso público que é o sonho de várias pessoas, ela não passou pela Educação na qual você chama de porcaria? Não foi pelas mãos de outros professores profissionais da nossa região? Há querido irmão Joabh, eu poderia escrever um grande artigo só exemplificando seu infeliz comentário, mais não vou fazer isto. Não quero piorar a sua situação perante a nossa amada população. Só ti peço uma coisa, da próxima vez que quiser atacar algum politico ou expressar suas opiniões em relação à politica da nossa região (Turilândia), reflita muito antes de colocar em público.
      Até a próxima.

      Excluir
    7. joab a humildade passou de longe de voce
      primeiramente respeite o povo turilandense que é tão capaz como qualquer outro cidadão de qualquer lugar do mundo, seus comentários só me fazem acreditar que voce saiu daqui com grandes mágoas no coração, não sei se deve ao fato de voce ter se vendido para curió e depois ele não te dar a minima importancia, ou ainda porque saiu escurraçado daqui por motivos óbvios.

      Falar de outras pessoas é complicado se quer atacar alguem nao generalize.

      Excluir
    8. Mariana... se vc se enquadra assim como o jairo,nos 80% ... problema seu... busque se qualificar e seja um dos 20% que são bons..

      ... o motivo de eu ter saido de Turilandia... vc pode acompanhar no site a seguir...www.lucasdorioverde.mt.gov.br

      ... SE O CHAPEU SERVIU, NÃO TENHO CULPA...

      ... O QUE MINHA IRMÃ APREDEU, FOI ESTUDANDO EM SÃO LUIS...

      Excluir
  5. ... NO TITULO DO POST A SIGLA PTC, NÃO ESTÁ CORRETAMENTE... A SIGLA PTC DENOMINA-SE "PARTIDO TRABALHISTA CRISTÃO"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Joabh, saudações.

      Em princípio, quero agradecer-lhe pela magnífica colaboração.
      Eu também tinha percebido a falha que tu identificaste no título da postagem. Quando me dei conta, já era tarde, a direção do blogger já tinha feito a publicação. Entretanto, com seu aviso, eu mandei um e-mail para a coordenação pedindo que eles editassem a postagem para retificar o título. E assim já está.

      Obrigado.

      Excluir

Deixe aqui sua opinião.
Atenção: Comentários com palavras ofensivas ou críticas fora de propósito, ligados ou não ao tema,serão deletados. Ataques pessoais ou a marcas, difamações, racismo ou obscenidades não são permitidos.