25 de junho de 2012

São João em Turilândia

A partir de amanhã (26) o blog estará postando todas as informações e fotos do Arraial de Turilândia.

A festa conta com  belas fantasias, música contagiante, enredo e muita animação além da forte tradição da cultura negra e indígena.
O evento que começou no dia 22 de Junho, tem uma programação bem variada, Bumba-meu-boi, Tambor de crioula, Quadrilhas, e muitas  bandas.
Diversas barracas de comidas, bebidas e brincadeiras foram montadas. Muitas famílas aproveitam o
Mais Recente
Próxima Notícia
Leia Também

12 comentários:

  1. É parabéns para o “maior prefeito trabalhador” da baixada maranhense, por mais um feito.
    O arraial realmente está muito bonito. Em compensação o repertorio do mesmo está uma NEGAÇÃO, não tem nada haver com o momento, lá se ouve de tudo, menos de musicas juninas. Parabéns também pelo potente e bonito caminhão de som.
    Enquanto isso, Turilândia está cheia de ruas e avenidas esburacadas, a educação está capenga, a saúde continua não existindo e sem falar de varias famílias turilandenses que estão passando fome. É isso ai prefeito e vereadores representantes do povo. PARABÉNS.
    Para contratar bandas famosas “caras”, para montar um potente som auto motivo, o município tem recursos, mais para contratar bons médicos, arrumar as ruas e avenidas, aumentar o salário dos professores, não tem dinheiro.
    É impressionante, acorda povo de Turilândia. será o BENEDITO?
    Se o povo de Turilândia tivesse vergonha na cara não pisava os pés nenhuma noite nesse arraial.

    ResponderExcluir
  2. ... seu Carlos andré... tu é um babaca... se o prefeito naum faz nada o povo reclama, se faz alguma coisa pra divertir, vem um FDP, pra reclamar.... vai pra B.E... e te prepara que é nós na fita... mais 4 anos... doa em quem duer....

    ... é o grupo com força total... prb 10..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Babaca é você, seu puxa saco infeliz, teus dias e do teu prefeitinho estão contados.
      ele tinha que dar prioridade para que realmente a população está nececitando. saude, educação e trabalho.
      Lembre-se não existe crime prefeito, isto é histórico e notório, passe o dia que passar vocês iram acertar as contas com o DEMÔNIO, (Lúcifer), ou você esqueceu do contrato que o CURIÓ fez com o demônio? Ele vai quere tudo de volta com juros e correções. Não tem escapatória.
      31 de dezembro de 2012, é o prazo final do contrato, se quiserem continuar e se o Alberto ganhar as eleições e quiser fazer igual ou pior do que o curió fez, ai sim são mais 4 anos, mais depois não se arrependam da graça.
      Lembre-se, Deus não vai castigar ninguém, Ele simplesmente, não vai interferir nos acertos de contas do Curió com o Lúcifer. Tudo pelo livre arbítrio.

      Excluir
    2. KKKKKKKKK... ILÁRIO... CARLOS ANDRE VC TA USANDO MUITO CRACK... TA VIAJANDO LEGAL.... CUIDADO CARA... PROCURA UM TRATAMENTO... A PREFEITURA TA DISPOSTA A TE AJUDAR SAIR DESSA VIDA...
      ... LARGA ESSA DROGA, DROGA MATA, ACABA COM A FAMILIA...

      ... VC É INGRAÇADO... CHOREI DE TANTO RIR... MAIS ISSO É SERIO.. TEM QUE PROCURAR UM TRATAMENTO...
      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
  3. Carlos André: Faltou falar de uma coisa - não paga ninguém, deve a Deus e ao Mundo. O Gilmar Calos tem razão em puxar o saco - é o grande mamador das têtas da Prefeitura. Aproveita moreno, quero ver quando a lagoa secar.

    ResponderExcluir
  4. É muito fácil atirar com pólvora alheia, enquanto isto o Municipio padece da falta de tudo, principalmente da falta de vergonha e caráter do Prefeito e dos Vereadores, meros batedores de palmas.

    ResponderExcluir
  5. Quando o cara vem bebado do arraial e mete o pe num buraco até acha graça, e até esquece que ta passando fome

    ResponderExcluir
  6. Justiça condena prefeito de Turilândia e secretário de Educação à perda do cargo

    26 de junho de 2012 às 12:25
    Índice Texto Anterior | Próximo Texto
    A Justiça do Trabalho determinou, no dia 22 de maio, a perda do cargo do prefeito e do secretário municipal de Educação de Turilândia (a 384km de São Luís), respectivamente, Domingo Sávio Fonseca Silva e Rogério Martins Marques. A decisão é resultado de Ação Civil Pública por Ato de Improbidade Administrativa ajuizada pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA) e posteriormente ratificada pela Procuradoria Regional do Trabalho. Turilândia é termo judiciário da Comarca de Santa Helena.

    Na decisão, o juiz da Vara do Trabalho de Pinheiro, Érico Renato Serra Cordeiro, determina, ainda, a suspensão dos direitos políticos dos dois gestores por três anos, a proibição de contratar e receber benefícios ou incentivos fiscais do Poder Público e o pagamento de multa em valor correspondente a 30 vezes a remuneração dos dois gestores à época.

    “Tanto o prefeito quanto o secretário valeram-se dos seus cargos para esvaziar e desmobilizar um sindicato, manipulando-o para que se tornasse dócil, conivente, omisso, em franca incompatibilidade com os interesses da categoria que a entidade representa”, afirma o juiz na decisão.

    A AÇÃO

    Segundo o promotor de Justiça Emmanuel Netto Guterres Soares, que representou o MPMA na ação, o prefeito Domingos Sávio Fonseca Silva, conhecido como Domingos Curió, nomeou, em 2009, o então presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos Municipais de Turilândia (SINSEREP-TU), Rogério Martins Marques para o cargo de Secretário Municipal de Educação. O MPMA comprovou que os dois gestores prejudicaram a liberdade sindical e os professores.

    Mesmo ocupando cargo de confiança no primeiro escalão municipal, Rogério Martins Marques não se afastou formalmente da diretoria do sindicato. Na Ação Civil Pública, o MPMA argumentou que o prefeito cooptou o então presidente do sindicato e o colocou na Secretaria de Educação com a intenção de interferir irregularmente na entidade sindical, mantendo o controle político e administrativo. “Na mesma época, havia negociações sobre o plano de carreira dos professores”, explica o promotor de Justiça.

    Após o afastamento formal de Marques da direção do sindicato, ele ainda continuou controlando atividades na instituição e possuía, inclusive, a senha para o acesso ao computador da entidade.

    Além disso, a sede do sindicato funcionava em um compartimento na casa do secretário de educação, que tinha total acesso às dependências, além de receber os aluguéis pagos a si próprio. As contribuições arrecadadas dos filiados também eram depositadas na conta pessoal dele. “A prática de vários atos ilegais foi uma forma de dominar o sindicato e adequá-lo aos interesses da Prefeitura Municipal”, avalia Guterres.

    Em sua defesa, o prefeito alegou que o Ministério Público do Maranhão não teria legitimidade para propor a ação, o que foi negado pela Justiça, que afirmou que a competência do MPMA é concorrente à do Ministério Público do Trabalho. Outra alegação, de que o processo não poderia ser julgado pela Justiça do Trabalho, também foi refutada com base no artigo 114, parágrafo III, da Constituição Federal que afirma serem de competência da Justiça do Trabalho “as ações sobre representação sindical, entre sindicatos, entre sindicatos e trabalhadores, e entre sindicatos e empregadores”.

    http://www.jornalpequeno.com.br/2012/6/26/justica-condena-prefeito-de-turilandia-e-secretario-de-educacao-a-perda-do-cargo-201943.htm

    ResponderExcluir
  7. Digam ao Joabh que essa notícia é velha, já houve recurso e o prefeito não chegou sequer a ser afastado. Ele tá cometendo o mesmo erro do jornal pequeno. Divulgando com atraso notícia velha. Jornal Pequeno, mente pequena.

    ResponderExcluir
  8. ... a noticia é velha... mais é bom estarmos sempre lembrando... pra naum esquecer..

    ResponderExcluir
  9. kkkkkkkkkkkk vcs aí se matando e eles nem tchum pra vcs kkkkkkkkkkkk
    nem oposição nem situação

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião.
Atenção: Comentários com palavras ofensivas ou críticas fora de propósito, ligados ou não ao tema,serão deletados. Ataques pessoais ou a marcas, difamações, racismo ou obscenidades não são permitidos.