Pesquise Aqui

header ads

Autorizado início das obras dos hospitais de Pinheiro e de mais 3 munícipios

Nesta quarta-feira (20), no Palácio dos Leões, com a presença dos prefeitos  Sebastião Madeira (Imperatriz); Ribamar Alves (Santa Inês); Filuca Mendes (Pinheiro) e Ducilene Belezinha (Chapadinha), a governadora Roseana Sarney e o secretário de Estado de Saúde, Ricardo Murad, assinaram as Ordens de Serviço para início da construção dos Hospitais Macrorregionais de Santa Inês, Pinheiro e Imperatriz e do Hospital Regional de Chapadinha.
“Nosso objetivo é inaugurar esses hospitais até março do próximo ano. Estamos fechando nosso planejamento de saúde, criando uma rede que inclui os Hospitais Macrorregionais que vão se somar as unidades de menor porte”, ressaltou a governadora Roseana, enfatizando que a área da saúde é prioridade em seu governo.
“Em pouco mais de três anos o governo estadual mudou radicalmente a face da saúde pública realizando um programa ousado, que vai melhorar a qualidade do atendimento médico da população”, revelou o secretário de Saúde, Ricardo Murad. Ele afirmou que todos os hospitais construídos e entregues pelo governo vão compor a rede integrada para atender a todas as necessidades dos pacientes. A meta é concluir até junho a entrega de 50 hospitais - 15 já foram inaugurados.
Participaram da solenidade o vice-governador Washington Luiz Oliveira; o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo; secretários estaduais Luis Fernando Silva (Infraestrutura); João Guilherme Abreu (Chefe da Casa Civil); Clodomir Paz (Programas Especiais); Cláudio Azevedo (Agricultura); Hildo Rocha (Assuntos Políticos e Cidades e Desenvolvimento Urbano); Antônio Heluy (Trabalho e Economia Solidária); e Victor Mendes (Meio Ambiente); deputados estaduais, prefeitos, ex-prefeitos e vereadores, entre outras autoridades.

Filuca Mendes, prefeito de Pinheiro, observou que o município também atende a municípios da Baixada Maranhense. “O Hospital Macrorregional é uma necessidade imperativa que vai melhorar o atendimento médico, pois, hoje, sem ter condições de realizar atendimento de alta complexidade, temos que transferir pacientes para São Luís, mas sofremos com essa travessia de ferryboat”, ressaltou.

Hospitais
Financiados com recursos captados pelo governo junto ao Banco de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), os Hospitais Macrorregionais de Imperatriz (orçado em R$ 17,9 milhões), Santa Inês (R$ 17,8 milhões) e Pinheiro (R$ 17,7 milhões) têm projetos arquitetônicos idênticos. Cada um terá 100 leitos de internação em enfermarias, 12 leitos de UTI, quatro salas de cirurgia, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) funcionando 24 horas, central de imagem com exames de ultrassonografia, raio-x, endoscopia e mamografia, além de laboratório de análises clínicas. Dispõe, ainda, de lavanderia, cozinha, reservatórios de água, tratamento de esgoto, subestação e poços artesianos próprios.
O Hospital Regional de Chapadinha, orçado em R$ 15.075.684,99, vai dispor de 50 leitos, seguindo o mesmo padrão das unidades já entregues na primeira etapa do Programa Saúde é Vida em Barreirinhas, Grajaú, Alto Alegre do Maranhão, Peritoró, Coroatá e Timbiras. O programa também já entregou 10 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) - 5 em São Luís e outras em Imperatriz, Timon, Codó, Coroatá e São João dos Patos.
Os novos hospitais integram a segunda etapa do Programa Saúde é Vida, empreendido pelo Governo do Maranhão. Com investimentos de mais de R$ 500 milhões, o Programa Saúde é Vida foi concebido com o objetivo de construir, equipar e ajudar a operacionalizar hospitais em municípios maranhenses.

Fonte: Imirante

Postar um comentário

13 Comentários

  1. com esse hospital nós de turilandia vamos deixar de ser humilhado em santa helena para ser humilhado em pinheiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a humilhação que estamos passando e por causa de Gilmar,Paulo, Marcel curió, e o chefe da quadrilha,esse bandido do CURIO.esse vereador nao tem moral porque e cúmplice de toda cachorrada desse curió.

      Excluir
  2. turilandia nunca vai ter uma hospital?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vai sim curio vai um fazer um hospital?

      Excluir
    2. Isso e piada meu amigo esse Idiota do curió passou 8 anos e nao fez, e so agora que ele vai fazer? como?so se for com o Dinheiro que ele roubou do hospital que Ta pela metade.esse vagabundo merece e uma cadeia.

      Excluir
  3. curió aqui nunca mais. fora 43 aqui já é 70

    ResponderExcluir
  4. dessa vez alberto melhora turilandia

    ResponderExcluir
  5. curio estar contruindo o hospital. na avenida principal de Turilandia em frente a igreja matris ao lado do posto bezerra.aguarde. kkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  6. ALBERTO MAGNO E SUA EQUIPE TÉCNICA SEM RESULTADOS.
    KKKKKKKKKKKKK, ESSA FOI BOI PARECE MAIS UNS RETARDADOS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa foi boa,so que resultados nao se ver em 20 dias, os antigos prefeitos passaram 16 anos e resultado foi o pior possível,uma turilandia sem escola, sem hospital,sem documentos todos queimados e um monte de ladrão que levou tudo que e de nosso povo,gente sofrida como eu e você,e pode esperar confiamos na equipe de Alberto magno,e vou pagar pra ver.e pra você que ta torcendo contra,va pra igreja e tire esse seu olho grande de cima das pessoas, tenho certeza que o resultado vira e você vai estar ai morrendo de inveja.viva turilandia,e os invejosos entregaremos para nosso senhor que fez o Céus e a terra.

      Excluir
    2. Welligton silveira24 de março de 2013 12:28

      kkkkkk esse cara parece um doido que veio do alem para mudar Turilandia faz um trabalho voluntário para o municipio, e não precisa ser retribuido pelo trabalho tem mais algum de fora que faça um trabalho voluntário, kkkkkkkkkkk.

      Excluir
  7. voluntario so você que e um IDIOTA,precisava era de mais taca de uns 16 anos sofrendo,seu otário!!kkkkkkkkkkkk,quem pode sorrir sou Eu.ABESTADO..

    ResponderExcluir
  8. turilandia está crescendo

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua opinião.
Atenção: Comentários com palavras ofensivas ou críticas fora de propósito, ligados ou não ao tema,serão deletados. Ataques pessoais ou a marcas, difamações, racismo ou obscenidades não são permitidos.