Pesquise Aqui

header ads

Vereador Gilmar Carlos de Turilândia é denunciado por Ato de Improbidade Administrativa e infração político administrativa

Vereado Gilmar Carlos
Arquivo Pessoal
Neste dia 10 de Julho de 2014, as promotorias de justiça da Comarca de Governador Nunes Freire e Santa Helena receberam uma denúncia / representação por prática de ato de Improbidade administrativa contra o vereador Gilmar Carlos.

Segundo a denúncia, o vereador Gilmar Carlos Gomes Araújo, que foi eleito em 2012 pelo PRB foi diplomado e empossado, estando em exercício de vereança no município de Turilândia, portanto sendo licenciado para dedicação exclusiva do Parlamento Mirim, ocupa de forma ilegal o cargo em comissão de assessor técnico na secretaria de meio ambiente, desde o mês de abril de 2013 no município de Governador Nunes Freire, conforme mostra o demonstrativo de pagamento.

Ainda de acordo com a mesma denúncia, tal fato além de configurar quebra de decoro parlamentar, caracteriza manifesto ato de improbidade administrativa.

Também na mesma data foi solicitado a Câmara Municipal de Turilândia a Abertura de processo por prática de infração político administrativa.



E você, qual sua opinião? Deixe aqui seu comentário...

Postar um comentário

32 Comentários

  1. ja recebia em turilandia quando era o prefeito curio muito mais do que merecia agora é justo recebe de nunes freire

    ResponderExcluir
  2. Isso e vergonha,ter um Veriador corrupto assim.

    ResponderExcluir
  3. essa denuncia foi feito pelo lambalha do motorista do prefeito. coitado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. coitado é desse idiota que vai acabar perdendo o cargo de vereador e se a justiça de deus existe ele vai ser preso,vereador tou torcendo para vc ir para a cadeia porque lugar de ladrão e atrás das grades

      Excluir
  4. Não se poderia esperar outra coisa dessa pessoa. Um desrespeito .Vamos cobrar da presidência da Câmara abrir um processo de cassação urgente. Cassação já

    ResponderExcluir
  5. Turilandia toda já sabia. Ele ñ ajuda ninguém. Ganha sem trabalhar. Deus diz o trabalho dignifica o homem. Mas ele envergonha nossa cidade.

    ResponderExcluir
  6. Esses vereador são engraçado vão trabalhar pra quem votou p vocês bando de vagabundo

    ResponderExcluir
  7. Alberto quer calar o único vereador que tem coragem e já fez várias denúncias contra os desmandos em Turialndia!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. toma lhe toma vereador miserável ladrão vc ainda vai ganhar no enferno

      Excluir
  8. calar? quem sempre cala tua boca é curió veriador, que te paga pra faze mal pra turilandia

    ResponderExcluir
  9. Não tem jeito....essa nossa região não vai desenvolver....as pessoas que eram p representar nossa gente ..nos roubam....dai nosso conterrâneo vão para o sul sofrer preconceito ...e maus tratos....isso não vai acabar numca....q

    ResponderExcluir
  10. espero que a camara tome providencias contra esse ladrão do dinheiro publico de turilandia e nunes freie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. só quero ver se esses vereadores vão ficar de braços cruzados se vão consentir uma bandidagem dessa,se não fizerem nada é porque sabem de tudo.

      Excluir
  11. O povo de Turilândia que ver como vão se pronunciar os vereadores que se dizem do grupo de oposição. Quais justificativas e argumentos vão utilizar...agora a população quer uma resposta e urgente!

    ResponderExcluir
  12. O artigo 38 da constituição garante que havendo compatibilidade de horário o vereador pode trabalhar em outro cargo sem prejuízo ou danos!! Então não existe crime!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. gilmar carlos não trabalha em turilandia nem nunes freire apenas recebe dinheiro

      Excluir
    2. burroooo! estuda primeiro o que é cargo efetivo e cargo comissionado pra dizer as coisas. lá em nunes $$ freire é cargo comissionado. e cargo comissionado nao pode! é crime!

      Excluir
  13. gente vamo faze alguma coisa isso não pode acontece esse veriador tem que se cassado

    ResponderExcluir
  14. Art 38 cf/88
    III - investido no mandato de Vereador, havendo compatibilidade de horários, perceberá as vantagens de seu cargo, emprego ou função, sem prejuízo da remuneração do cargo eletivo, e, não havendo compatibilidade, será aplicada a norma do inciso anterior;

    Será que algum dos leitores que já comentaram nesse post sabem a diferença entre cargo, emprego e função???? acredito que pelo comen
    tário acima com certeza não

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro intérprete anônimo do artigo 38, sua interpretação está equivocada. Veja o que é vedado pela constituição para quem exerce cargo eletivo, no caso um vereador, e tire suas conclusões de quem está certo....te dou até uma dica, antes de ler o artigo 38, leia também o 29, IX e o 54 da CF, ai vai saber melhor o que estou dizendo...boa sorte...

      Excluir
    2. Os artigos citados anteriormente tratam das proibições e incompatibilidades dos Deputados e Senadores e, SERÃO APLICÁVEIS AO VEREADORES NAQUILO QUE COUBER.

      De fato, pela leitura do art. 54, I, "b", desde a expedição do diploma, não poderão os Senadores e Deputados acumularem o mandato eletivo com cargo, emprego ou função pública remunerada, seja o cargo de provimento efetivo ou em comissão. Tal proibição está consagrada ainda em outro dispositivo constitucional, qual seja, o inciso I do art. 38.

      Contudo, em relação ao VEREADORES há a incidência expressa e específica do INCISO III DO ART. 38, que PERMITE A ACUMULAÇÃO do mandato eletivo com o cargo público desde que haja compatibilidade de horários.

      Desse modo, por HAVER EXPRESSA PREVISÃO CONSTITUCIONAL, a proibição imposta aos Senadores e Deputados não poderia alcançar de forma absoluta a possibilidade de acumulação por parte dos Vereadores, haja vista que a aplicação subsidiária do art. 54, I, "b", se dá com a cláusula "no que couber".
      De todo modo, no caso do Vereador Gilmar Carlos, o impedimento se daria caso não houvesse compatibilidade de horário, haja vista, o mesmo ter ocupado cargo em outro município. Por outro lado se um vereador ocupar cargo em comissão no município em que exerce mandato de vereador aí sim seria ato de improbidade, por que colocaria em cheque o seu dever de fiscalizar as ações do executivo. De toda sorte, muito interessante o presente debate, importante também o edil expedi uma nota de esclarecimento. Grande abraço a todos

      Excluir
    3. KKKKKK....RISOS... Infelizmente isso aqui não é um debate caro intérprete anônimo. Não dá pra se debater com quem expõe posicionamentos deslocados, equivocados, destoados, e que não refletem o real significado da norma, tentando favorecer um DESCARADO ato de quebra de DECORO, ÉTICA... são insustentáveis suas colocações. Continua equivocado...kkkkkk... NOTA DE ESCLARECIMENTO ?!? de que? Devia era ter esclarecido na TV que o povo daqui de Turilândia esperava e ficou caladinho...

      Excluir
    4. Espera que vc ao menos tentasse desconstitui os argumentos por mim expostos, ao invés disso, apenas tentou apelar pra baixaria. Por um minuto eu imaginei que vc fosse inteligente o suficiente para continuar um debate de ideias, pena que não. Sobre essa denúncia, ela não passa de uma tentativa desesperada de um prefeito covarde que não trabalha e só rouba os cofres públicos. A hora dele está chegando vai chover de ações judiciais dando conta das inúmeras irregularidades em licitações e contratos feito por essa BANDIDO. Ademais o pleito eleitoral demonstrará de forma inequívoca quem realmente tem voto em turilândia. Esse prefeito corrupto vai passar vergonha com esse candidato dele. tenho dito.

      Excluir
  15. Bomba vereadores da base do prefeito fugiram da sessão da câmara desta segunda dia 11, e a denúncia contra o vereador foi arquivada de forma unânime e com parecer favorável da assessoria jurídica pelo arquivamento, a manobra do prefeito e sua filha não deu certo...

    ResponderExcluir
  16. Na realidade Turilândia não poderia ser diferente de outras regiões. Os ladrões infestaram o Poder Público e hoje não se vê outra coisa - Só ladroagem. O povo merece os politicos que tem. Quem nunca comeu mel, quando come se lambuza.

    ResponderExcluir
  17. Existe uma coisa que os politicos de hoje não conhecem - Chama-se ética. São eleitos única e exclusivamente para mamar, mamar o dinheiro público. Não dão um prego em uma barra de sabão.

    ResponderExcluir
  18. Este cargo em Nunes Freire é em razão dos relevantes serviços prestados ao ExPrefeito Domingos Curió quando o mesmo foi prefeito de Turilândia e roubou à vontade. O Gilmar foi uma espécie de laranja par que as ilegalidades fossem cometidas. O reconhecimento veio sob esta forma pois não é todo dia que se encontra um testa de ferro tão fiel.

    ResponderExcluir
  19. Outra coisa o ministério público também arquivou a denúncia do motorista de Alberto contra o vereador, já que ele não cometeu crime algum segundo o promotor!!

    ResponderExcluir
  20. infelesmente no nosso país, estado e municipios não existe justiça existe desmando e roubalheira se tivesse justiça o ladrão do curió junto c a sua corja de bandidos já estavam todos na cadeia, mas ainda não cantem vitoria a policia federal está atras de vcs que roubaram o dinheiro dos convenios federal do municipio de turilandia.

    ResponderExcluir
  21. Otarios, vão trabalhar, deixe avida alheia em paz.

    ResponderExcluir
  22. Vergonha foi Gonzaga e Teodoro se venderam para o prefeito Alberto..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se venderam?quanto custa essa cambada de safados incompetentes?

      Excluir

Deixe aqui sua opinião.
Atenção: Comentários com palavras ofensivas ou críticas fora de propósito, ligados ou não ao tema,serão deletados. Ataques pessoais ou a marcas, difamações, racismo ou obscenidades não são permitidos.