21 de janeiro de 2016

Governo construirá matadouro regional em Governador Nunes Freire

Gestores do Governo do Estado, prefeitos e secretários municipais
 do oeste do Maranhão e participantes da reunião. Foto: Divulgação
O Governo do Estado vai construir cinco matadouros mistos, por meio do Programa de Matadouros Regionais (Promar) e o oeste do Maranhão receberá um destes empreendimentos. O assunto foi discutido em reunião de prefeitos e secretários de 14 municípios da região com técnicos e gestores das Secretarias de Agricultura e Pecuária (Sagrima) e Indústria e Comércio (Seinc), na terça-feira, 19, no município de Governador Nunes Freire, que será a sede da iniciativa.
Uma das vantagens é que a região possui um efetivo bovino de mais de 475 mil cabeças. O matadouro vai beneficiar 217 mil pessoas das cidades de Boa Vista do Gurupi, Centro do Guilherme, Centro Novo do Maranhão, Governador Nunes Freire, Junco do Maranhão, Maracaçumé, Maranhãozinho, Amapá do Maranhão, Presidente Médici, Santa Luzia do Paruá, Nova Olinda do Maranhão, Santa Helena e Turilândia.
O secretário de Estado de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, disse que a instalação dos abatedouros regionais está sendo um grande passo do Governo Flávio Dino. “Com o abate formal vamos dar organização e segurança sanitária ao mercado de carne e couro, além de garantir padrões de qualidade, beneficiando a população e o segmento produtivo da pecuária de corte do maranhão”.
Para a promotora Laura Amélia Barbosa, titular da Promotoria de Governador Nunes Freire, da qual Centro do Guilherme e Maranhãozinho são termos judiciários, o matadouro atende a uma necessidade já apontada pelo Ministério Público. “É uma batalha antiga do Ministério Público a construção de matadouros nos municípios e vemos com bons olhos a proposta de regionalização do Governo do Estado. Quando surgem iniciativas como essa, nós temos que abraçar”, ressaltou.
Programa de Matadouros Regionais
O Promar está entre as ações previstas para fortalecimento da cadeia da carne e couro no Programa ‘Mais Produção’, lançado em dezembro, pelo governador Flávio Dino e cuja execução compete ao Sistema Estadual de Produção e Abastecimento (Sepab).
O programa de matadouros prevê um investimento de mais de R$ 15 milhões na construção de empreendimentos que vão garantir carne mais segura e de qualidade. Serão cinco matadouros mistos, nas regiões Timbiras, Pindaré, Pré-Amazônia, Médio Mearim e Baixo Turi, beneficiando diretamente 1.407.489 habitantes, ou seja, 21.42% da população do estado.
O Governo do Estado já reuniu prefeitos e secretários municipais de Agricultura e Saúde de todas as cinco regionais, apresentando o projeto e as contrapartidas cabíveis a cada prefeitura.
Para secretário de Estado de Agricultura e Pecuária, Márcio Honaiser, as ações voltadas para a cadeia da carne e couro se refletem na geração de oportunidades para a população. “Nosso objetivo é promover saúde, emprego e renda para os maranhenses e valorizar o nosso pecuarista. Cada matadouro a ser construído representa a dinamização da economia local e o adensamento de uma cadeia produtiva de grande potencial para o estado, seja no abastecimento interno, seja na exportação”, observou.

Fonte: Governo do Estado do Marahão
Mais Recente
Próxima Notícia
Leia Também

0 comentários:

Deixe aqui sua opinião.
Atenção: Comentários com palavras ofensivas ou críticas fora de propósito, ligados ou não ao tema,serão deletados. Ataques pessoais ou a marcas, difamações, racismo ou obscenidades não são permitidos.