12 de agosto de 2016

PCdoB apresentará o maior número de candidatos em sua história no MA

Foto retirada do portal http://www.vermelho.org.br

Com pré-candidaturas nos 217 municípios do Maranhão, o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) ganhou volume e força para as eleições municipais 2016. Um dos aspectos relevantes para esse período eleitoral é o papel do governo do Maranhão, e as diversas realizações e mudanças que vem sendo progressivamente implantadas no estado. 


O modo como Flávio Dino vem administrando o Maranhão servirá como referência decisiva para os candidatos do partido do governador nestas eleições.



Durante encontro com presidentes municipais da legenda, em maio deste ano, Flávio Dino sinalizou que apoiará os pré-candidatos da agremiação, frisando que a maior ajuda que dará para o PCdoB será governar bem o Maranhão. “Tenham a certeza que vale a pena. Vale a pena a gente fazer bem feito, o melhor, se dedicar a uma causa, se sacrificar por ela, a gente olhar aos mais pobres como iguais, a gente se indignar com as injustiças, sentir como nossas as dores alheiras, ter respeito autêntico pelos outros, acreditar numa política diferente, ser combatente da causa da justiça, acreditar no Maranhão e no Brasil, viver para transformar, vale a pena”, defendeu o governador.


Em convenções municipais do PCdoB-MA realizadas em todas as regiões do estado, a sigla homologou a candidatura de cerca de 1300 candidatos a vereadores e 104 candidatos a prefeito e 90 a vice, além de ter definido coligações com mais de 20 partidos para as eleições municipais deste ano. 



O crescimento do partido e a disseminação do seu ideário ampliam a possibilidade de execução em todo o Maranhão do modelo de gestão pública preconizado por Flávio Dino, marcado pela justiça social e pela probidade administrativa.


Fonte: http://www.vermelho.org.br
Mais Recente
Próxima Notícia
Leia Também

0 comentários:

Deixe aqui sua opinião.
Atenção: Comentários com palavras ofensivas ou críticas fora de propósito, ligados ou não ao tema,serão deletados. Ataques pessoais ou a marcas, difamações, racismo ou obscenidades não são permitidos.