12 de novembro de 2016

Moradores realizam protesto contra falta de segurança em Turilândia



Amedrontados e cansados da frequência de crimes ocorridos na cidade, moradores de Turilândia e Santa Helena saíram ás ruas na manhã deste sábado (12) para cobrar providências na Segurança pública.  

Cos moradores realizaram a mobilização entenas de pessoas com faixas e cartazes se concentraram na Ponte que une as duas cidades, impedindo a passagem dos automóveis,  com o intuito de chamar a atenção do governador Flávio Dino, o secretário de segurança do Estado e das autoridades locais para a manifestação e obter uma resposta positiva ao caso.

Familiares dos assassinados nesta quinzena, usaram o microfone para desabafar a dor e pedir que Turilândia tenha policiamento, viaturas e delegado, além dos demais que se uniram neste manifesto apoiando e pedindo providências urgente para o município.


O jovem Allan, parente do Rony, assassinado neste dia 6, declarou que vive hoje um sentimento de indignação e que cobra neste momento segurança pública em nome dos votos que cada cidadão depositou nas urnas. Finalizou pedindo uma resposta imediata e mais ação dos políticos e policiais.

Josilene Brito, uma das organizadoras do movimento disse que a manifestação foi realizada como um pedido de proteção e segurança para as famílias, que hoje vivem um caos dentro do município, com medo de sair de casa e não retornar, ou ainda, ao retornar não encontrar nada dentro de casa.
Justificou ainda que a manifestação é pacífica, com o intuito de cobrança aos governantes locais e ao Estado, lembrando que a população não tem acesso ao governador por isso precisam que o prefeito e vereadores sejam o  porta voz diante das autoridades maiores.


O ex vereador e vice prefeito Gonzaga Ferraz (a partir de jan/2017), apoiou a população e afirmou que em conversa com o Secretário de segurança do estado, ele havia solicitado mais segurança para Turilândia e que obteve uma resposta de previsão para chegada de mais policiamento e viaturas para o município.

Após vários discursos  pedindo paz e o fim da violência, os moradores se dirigiram até a Prefeitura Municipal onde expuseram seus cartazes, finalizando a movimentação, prometendo estar na Câmara Municipal nesta segunda-feira.
























Mais Recente
Próxima Notícia
Leia Também

0 comentários:

Deixe aqui sua opinião.
Atenção: Comentários com palavras ofensivas ou críticas fora de propósito, ligados ou não ao tema,serão deletados. Ataques pessoais ou a marcas, difamações, racismo ou obscenidades não são permitidos.