Pesquise Aqui

header ads

Sebrae e Fundação Palmares articulam termo de cooperação técnica


FOTO: UMC/Sebrae


O Sebrae no Maranhão e a Fundação Cultural Palmares (FCP) estão preparando um termo de cooperação técnica para implantar ações de treinamento em empreendedorismo étnico para as comunidades quilombolas no Maranhão. Hoje há cerca 4 mil territórios de quilombo identificados no estado e desses 800 já foram oficialmente reconhecidos.
O documento está sendo articulado pelo diretor superintendente do Sebrae, João Martins, e presidente do FCP, Erivaldo Oliveira, que esteve em São Luís para um evento onde foram apresentados os projetos e ações que estão sendo feitos no estado para as comunidades negras e quilombolas espalhados em todo o estado.
“Desde 2015 já estamos fazendo esforços para fomentar o empreendedorismo étnico no Maranhão. Estamos discutindo apoio às ações em empreendedorismo étnico no Maranhão e em especial o empreendedorismo afro e já temos algumas ações realizadas. Em 2015  e 2016 trabalhamos em quilombolas principalmente no Litoral Ocidental, na Baixada, no Munim e nos Cocais em artesanato e agricultura familiar. Tudo isso em parceria com prefeituras e instituições que representam essas comunidades. Esta semana apoiamos o instituto Feira Preta, no workshop AfroHub, que também contou com apoio do Facebook ", disse João Martins.
Além disso, o diretor superintendente do Sebrae ainda falou que a instituição realizou outras ações que envolkveram representantes de quilombos. “Os projetos Lider Litoral Ocidental e de Desenvolvimento Econômico Territorial (DET) da Baixada Maranhense e Litoral Ocidental tiveram ações para as comunidades quilombolas da Baixada e do Litoral Ocidental. E estamos começando um projeto pioneiro de turismo para a região, com investimento inicial de 300 mil reais para mapeamento da região e os quilombos são parte deste processo”, afirmou.
O presidente da Fundação Cultural Palmares, Erivaldo Oliveira, afirmou que a parceria com o Sebrae Será importante. “Em todo o Brasil, o Sebrae é parceiro em nossas ações. O empreendedorismo Afro para as comunidades quilombolas faz a diferença por garantir a mobilidade social. A capacitação empreendedora para os que vivem em quilombos é algo que fazemos em parceria com o Sebrae”, disse.
Durante o evento de apresentação dos os projetos e ações da FCP, o chefe da representação regional da entidade, George Allan Ramalho Pereira, está apresentando as ações da entidade no Maranhão. Segundo ele são cerca de 4 mil comunidades identificadas como quilombolas no Maranhão e 800 já certificadas. " O Sebrae tem sido um parceiro importante no processo de certificação e desenvolvimento das comunidades quilombolas maranhenses", disse.
Na ocasião o Secretário Estadual de Igualdade Racial, Gerson  Pinheiro, fez um balançl das ações do governo estadual. “Já há plantações de maxixe e macaxeira produzindo em quilombolas no Maranhão e o Sebrae pode ajudar no processo de venda e gestão dessas plantações”, lembrou.
Também estiveram presentes o representante da Procuradoria Geral da República no Maranhão, Marcelo Lauande, e representantes de quilombos e de manifestações culturais e religiosas de matriz africana que o FCP tem interface.


Postar um comentário

0 Comentários